Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


NÃO VOU À AULA!

08.07.09

 

Até que enfim… terminaram as aulas!»


Ouvi numa destas tardes. Conversas de gente que anda lá pela escola.


«Oxalá p’ro ano ela não venha. Eu não vou à aula. E a minha mãe não me venha obrigar, porque não vou mesmo…»


Lá foram desfiando as razões de uma coisa e de outra, o que gostavam e o que detestavam, o que devia ser e o que não era tolerável.


É assim em todas as idades e em todas as questões da vida. Sabemos que umas são do nosso agrado e fazemo-las com alegria e entusiasmo, outras não são tanto e, por isso, nos custam mais a fazer. Outras não as queremos ou não as fazemos por falta de vontade e, muitas vezes, por preguiça.


Temos necessidade de um apoio, um “empurrão” de alguém. Este “empurrão” na maioria dos casos, tem de ser dado pelos pais que são os que mais bem querem para os seus filhos. Os amigos, colegas e outros agentes, no caso, da acção educativa, também são importantes.


No querer e não querer, encontra-se a aula de Moral, aquela em que mostramos apreço pelo crescimento como pessoas. Sim! Porque esta aula pretende fazer um diálogo entre a fé e a cultura. Aquilo que a Igreja aponta como perspectiva de felicidade para a pessoa, iluminando aquilo que aprendemos nas várias disciplinas. É uma disciplina de ligação entre a cultura e a fé. A Moral aponta para os valores, o que deve valer para todos. O que deve ter “peso” para todos.


É por isso que é uma disciplina importante e não é o mesmo que a catequese. A catequese pretende transmitir a Palavra de Deus para despertar a fé e a conversão ao Deus revelado por Jesus Cristo e a viver em comum união com Ele. A catequese é para fazer discípulos de Jesus Cristo e anunciadores do Evangelho.


Há diferença entre a catequese e a disciplina de Moral. Elas não são a mesma coisa e, por isso, ambas são necessárias para o desenvolvimento da pessoa humana.
Ainda bem que há pais que reconhecem o valor destas coisas e as pedem para os seus filhos porque, se deixarmos tudo ao critério e à vontade de cada um, naturalmente que se vai pelo mais fácil e pelo que dá menos trabalho e a vida não é feita só de facilidades.
Assim, convido os pais a repensarem e a responsabilizarem-se mais por estas questões e a escolherem o melhor para os seus filhos. O que, também, passa pela disciplina de Moral.

Pe. Manuel Santos
 

fonte: Carta Familiar

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Um sitio de partilha e encontro dos juniores católicos (C) 2007-2013

calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Posts mais comentados



Links

  •  
  • ACÓLITOS

  •  
  • BANDAS & GRUPOS

  •  
  • BLOGS & SITIOS

  •  
  • CANTO & MÚSICAS

  •  
  • CATEQUESE

  •  
  • CNE - ESCUTISMO

  •  
  • COLÉGIOS CATÓLICO

  •  
  • IMAGENS

  •  
  • JORNAIS & REVISTAS

  •  
  • MOVIMENTOS

  •  
  • PASTORAL ESCOLAR

  •  
  • PRÉ-SEMINÁRIOS

  •  
  • RÁDIOS & TV

  •  
  • SITIOS JUNIORES

  •